MAIS DADOS PARA O PLANEJAMENTO DA MOBILIDADE

As inovações tecnológicas estão otimizando a relação dos passageiros com os motoristas, e as plataformas digitais de transporte individual geram milhões de dados de mobilidade urbana que podem ajudar no melhor funcionamento das cidades.
 
A tecnologia afeta o transporte urbano desde que as cidades existem. Há algumas décadas, bondes puxados por animais foram substituídos por VLT; carros tradicionais estão sendo transformados em autônomos e bicicletas são cada vez mais assistidas por eletricidade. Alguns avanços são motivados pela necessidade de um transporte mais efi ciente - como bicicletas e veículos compartilhados -, enquanto outros são importados de outros setores - como as baterias e a eletricidade utilizadas para substituir combustíveis fósseis. Ainda que a mudança seja ininterrupta, há coisas que continuam como eram há um século: pessoas a pé e de bicicleta são a maioria nas ruas. Na América Latina, por exemplo, os meios de transporte não motorizados representam em torno de 30%.
 
Mais informações clique aqui